Espro

ver outras histórias

Em Fevereiro de 2014, esta foi a história de
Yago, com o Espro

Mande sua história

Inclui, educa e transforma.

Em 2012 eu e Bruna Teles, que também é colaboradora do Espro, trabalhávamos como estagiários da empresa Sabesp. A Bruna entrou na Sabesp antes de mim, portanto, seu contrato acabou antes. Ela conheceu o Espro, fez entrevista e foi contratada para trabalhar na Central de Atendimento. Eu e ela nunca perdemos o contato, mas também não o tínhamos com frequência. Passado-se o tempo, meu contrato com a Sabesp também terminara no final de 2013. Assim como o ensino médio e eu estava desempregado e consequentemente desesperado, pois, precisava de um emprego para que eu pudesse fazer a matrícula no cursinho pré-vestibular. Mas nada aparecia, ou pelo menos nada que me fosse interessante. Em janeiro de 2014 estava em busca de emprego em uma das concorrentes do Espro, e quando sai de lá, acabei esbarrando com a Bruna, que estava em horário de almoço. Como estava com currículo em mãos entreguei um para ela e a mesma me orientou a participar de uma análise de perfil no Espro. Naquele mesmo dia fui até a Barão de Itapetininga, fiz a análise de perfil com a analista Vanessa Rossato que me encaminhou para a vaga de uma determinada empresa. Fiz o processo seletivo, mas a empresa não me deu retorno. Em fevereiro a gestora da Central de Atendimento Juliana Santos me convidou para participar do processo seletivo para operador de atendimento, e ela havia recebido meu currículo através da Bruna Teles. Compareci e fui contratado.
As coisas foram imprevisíveis, porque de candidato a jovem aprendiz virei colaborador, de maneira inusitada, como tinha que ser. E graças ao Espro estou no cursinho me preparando para mais uma batalha, uma das mais importantes até agora, o vestibular!



Comente esta história

tem uma história bacana? clique aqui e conte para nós, ela será exibida na nossa timeline.